Obras de ampliação dos sistemas Caçamba e Canafístula vão ser inauguradas segunda-feira

Inaugurações também incluem desassoreamento das barragens Carangueja e Caranguejinha

O Governo do Estado e a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) vão inaugurar na próxima segunda-feira (14) as obras de ampliação dos sistemas Caçamba e Canafístula, que beneficiam a população de Palmeira dos Índios (áreas urbana e rural). A programação de inaugurações também inclui o desassoreamento das barragens Carangueja e Caranguejinha, que atendem a Palmeira dos Índios e Quebrangulo, respectivamente. A solenidade será realizada às 9 horas, na praça da Independência, centro de Palmeira dos Índios.

A ampliação do sistema Caçamba, onde foram investidos  R$ 3,7 milhões, consta de implantação de uma adutora com extensão de 3.600m e diâmetro de 250mm, com interligação na adutora de água bruta existente; implantação de duas bombas anfíbias (com reserva) em um flutuante na barragem Caçamba para interligação na adutora de água bruta existente, com passarela metálica de acesso ao flutuante; implantação de duas bombas anfíbias (com reserva) na Estação Elevatória de Água Bruta (EEAB) – Estação de Tratamento de Água (ETA Caçamba) – para interligação no sistema Carangueja (Palmeira dos Índios).
.
Quanto ao sistema de Canafístula, povoado de Palmeira dos Índios, as obras de ampliação, que custaram R$ 661 mil, constam de implantação/remanejamento de 1.200m adutora com 150mm de diâmetro, recalque de água tratada da ETA de Estrela de Alagoas para esse povoado, com implantação de dois conjuntos motobomba, sendo um reserva.

Com essas obras, houve inversão do fluxo de água: Canafístula, que era abastecido por Palmeira dos Índios, passou a receber água proveniente de Estrela de Alagoas. A inversão do sistema fez com que maior volume de água fosse disponibilizado para Palmeira dos Índios. Esta foi uma solução encontrada pela Casal no período de escassez hídrica para resolver o problema de desabastecimento do povoado Canafístula e reforçar o abastecimento da cidade de Palmeira dos Índios.

Os serviços de desassoreamento da Carangueja e da Caranguejinha, mananciais que ficaram completamente secos durante a estiagem prolongada, proporcionaram aumento da capacidade de acumulação de água das duas barragens. Nos  serviços, a Casal e o Governo do Estado investiram recursos superiores a R$ 400 mil, garantindo segurança ao abastecimento de Quebrangulo (sistema Caranguejinha) e de Palmeira dos Índios (sistema Carangueja).