Governador visita obra da Casal que vai dobrar abastecimento de água de Messias

Adutora de 4,2 mil metros já começou a ser instalada e captação ficará em barragem de usina

Governador Renan Filho, agachado, confere obra de implantação de nova adutora em Messias

Governador Renan Filho, agachado, confere obra de implantação de nova adutora em Messias

A obra de instalação da adutora do novo sistema de abastecimento de Messias, que vai dobrar a quantidade de água fornecida à cidade, recebeu a visita do governador Renan Filho, do secretário de Infraestrutura, Humberto Carvalho, do presidente da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), Clécio Falcão, do prefeito de Messias, Jarbas Omena, e de outras autoridades, nesta sexta-feira (9).

A tubulação, quando estiver concluída, terá 4.200 metros de extensão num diâmetro de 300mm e vai conduzir a água captada numa barragem da usina Santa Clotilde, zona rural do município, até o sistema urbano. Após a conclusão da adutora, será instalada a nova captação, que terá capacidade de 216 metros cúbicos por hora, ou seja, 216 mil litros.

A visita ao canteiro da obra ocorreu logo após a assinatura simbólica da ordem de serviço, em solenidade ocorrida no centro de Messias, que garante a efetiva realização do empreendimento hídrico. A construtora licitada e contratada, que trabalha com um prazo de seis meses para concluir o sistema, é a MC Construções. “Mas acreditamos que esse prazo será antecipado”, salientou o presidente da Casal.

Governador e prefeito exibem ordem de serviço assinada em Messias

Governador e prefeito exibem ordem de serviço assinada em Messias

Na solenidade, o governador Renan Filho destacou que hoje o Estado tem condições de fazer os investimentos que Alagoas precisa. Ele também parabenizou a gestão realizada na Companhia pelo presidente Clécio Falcão.

“A empresa passa atualmente por um ciclo de crescimento e prosperidade. Firmamos com o Estado um Plano de Investimentos de R$ 100 milhões, a Casal superou uma série de prejuízos registrados até 2015 e, em 2016, deu o primeiro superavit após décadas. Estamos fechando os balancetes de 2017, mas acreditamos que vamos repetir o crescimento”, pontuou Clécio Falcão.

Já o secretário de Estado da Infraestrutura, Humberto Carvalho, lembrou que os municípios da região da Mata ficaram muitos anos sem investimentos nos sistemas de abastecimento. “O Estado fazia investimentos apenas com recursos de Brasília, mas hoje fazemos com recursos próprios”, salientou.

O prefeito de Messias, Jarbas Omena, apenas agradeceu ao governador pela obra e disse que o novo sistema vai atender a 100% da cidade com água tratada e de qualidade.

Atualmente, a Casal atende à cidade com água de dois mananciais de superfície, conhecidos como Barragem do Osório e Barragem do Souza, e dois poços. São 3 mil ligações ativas, com benefício para cerca de 12 mil pessoas.